segunda-feira, 1 de agosto de 2016

SALVE AGOSTO!

Pedro Paulo Paulino

Quem foi que disse: “agosto é mês do azar”?
Se não há nele diferença alguma.
O mesmo Sol rompendo a treva e a bruma
Renasce a cada dia sem cessar.

As coisas acontecem, uma a uma,
Em qualquer tempo ou em qualquer lugar;
A mesma estrada vamos palmilhar,
Sem nada novo sob o Sol, em suma.

Agosto de quem nasce e de quem morre,
Do riso e da tristeza; pois suposto
Ser mês de mau presságio, tudo ocorre

Como nos outros meses. Isso posto,
Abaixo o preconceito que decorre
Da sem-razão, e salve o mês de agosto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário